Você está aqui:  
Regras e Regulamentos
Regras Unificadas e Outros
Regulamentos Importantes das Artes Marcias Mistas
 

“Artes marciais mistas” significam combates desarmados envolvendo o uso, sujeito a quaisquer limitações estabelecidas nessas Regras Unificadas e outros regulamentos aplicáveis pela Comissão, de uma combinação de técnicas de diversas disciplinas das artes marciais, incluindo, e sem limitação, o agarramento, golpes de finalização, chutes e ataques efetivos.

“Combate Desarmado” significa qualquer forma de competição na qual um golpe é dado com uma expectativa razoável de poder causar alguma contusão.

“Lutador Desarmado” significa qualquer pessoa que participe de um combate desarmado.

“Comissão” significa a Comissão atlética aplicável ou o corpo regulatório que controla as lutas, exibições ou competições de artes marciais mistas. 

 

Exceto com a aprovação da Comissão, ou do seu diretor executivo, as classes para as competições ou exibições de artes marciais mistas e os pesos para cada classe devem ser:

Peso Mosca (Flyweight)  125 lbs (56.7 kg) ou menos
Peso Galo (Bantamweight)  de 125 lbs até 135 lbs (de 56.7 kg até 61.2 kg)
Peso Pena (Featherweight)  de 135 lbs até 145 lbs (de 61.2 kg até 65.7 kg)
Peso Leve (Lightweight)  de 145 lbs até 155 lbs (de 65.7 kg até 70.3 k)
Peso Meio-médio (Welterweight)  de 155 lbs até 170 lbs (de 70.3 kg até 77.1 kg)
Peso Médio (Middleweight)  de 170 lbs a 185 lbs (de 77.1 kg até 83.9 kg)
Peso Meio-Pesado (Light Heavyweight) de 185 lbs até 205 lbs (de 83.9 kg até 92.9 kg)
Peso Pesado (Heavyweight)   de 205 lbs a 265 lbs (de 92.9 kg até 120.2 kg)
Peso Superpesado (Super Heavyweight) mais de 265 lbs (mais de 120.2 kg)

Em lutas fora dos campeonatos, será permitido até 1 lb (0.4 kg) de sobrepeso.  Em lutas durante os campeonatos, os participantes não devem pesar mais do que o peso permitido na sua divisão.

A Comissão também pode aprovar uma categoria intermediária, sujeita à sua revisão e critério. Por exemplo, a Comissão pode decidir que, na competição, o peso máximo permitido seja de 177 lbs (80.2 kg), se achar que esta ainda pode ser justa, segura e competitiva.

Além disso, se um atleta pesar 264 lbs (119.7 kg), mas seu adversário pesar 267 lbs (121.1 kg), a Comissão pode permitir a competição, se for determinado que a disputa ainda pode ser justa,  segura e competitiva, apesar da divergência nas classes de pesos dos dois competidores.

 

A) Competições e exibições de artes marciais mistas podem ter lugar em um ringue ou área cercada.

B) Um ringue usado para uma competição ou exibição de artes marciais mistas deve ter os seguintes requisitos:

  (i) O ringue não deve ter menos do que 20 pés (6.1 m) de cada lado e mais do que 32 pés (9.75 m) de cada lado dentro da área das cordas. Um corner terá uma designação azul e o corner diretamente oposto terá uma designação vermelha.

  (ii) O chão do ringue tem que se estender até pelo menos 18 polegadas (45 cm) além das cordas. O chão do ringue tem que ser acolchoado com ensolite ou algo similar chamado espuma de células fechadas, com uma camada de pelo menos 1 polegada (2.5 cm) de acolchoado de espuma. O acolchoamento deve se estender além das cordas do ringue para além da beirada da plataforma, coberta por uma lona, algodão grosso ou material similar totalmente esticado e amarrado à plataforma do ringue. Materiais que tendem a embolar ou produzir saliências não devem ser usados.

       (iii) A plataforma do ringue não deve ficar a mais de 4 pés (1.2 metros) acima do chão do local e deve ter degraus adequados para o uso dos lutadores desarmados.

  (iv) Os postes do ringue devem ser feitos de metal e não ter mais de 3 polegadas
(7.6 cm) de diâmetro, partindo do piso do estabelecimento até uma altura mínima de 58 polegadas (1.4 cm) acima do chão do ringue. Devem ser acolchoados de forma apropriada e aprovada pela Comissão, e estar pelo menos a uma distância de 18 polegadas (45.7 cm) das cordas do ringue.

  (v) Deve haver pelo menos 5 cordas no ringue, com não menos de 1 polegada
(2.5 cm) de diâmetro, envolvidas por um material macio. A corda mais baixa tem que estar a 12 polegadas (30.4 cm) acima do chão do ringue.

  (vi) Não deve haver qualquer obstrução ou objeto, incluindo, sem limitação, uma borda triangular, em qualquer parte do chão do ringue.

 C) Uma área cercada usada em uma competição ou exibição de artes marciais mistas tem que preencher os seguintes requisitos:

  (i) A área cercada deve ser circular ou ter pelo menos 6 lados iguais, e ter no mínimo 20 pés (6 metros) e no máximo 32 pés (9.75 metros) de largura.

  (ii) O chão da área cercada tem que ser acolchoado com ensolite ou algo similar chamado espuma de células fechadas, com pelo menos uma camada de 1 polegada (2.5 cm) de acolchoado de espuma. O acolchoamento deve se estender  além das cordas do ringue e ir além da beirada da plataforma coberta por uma lona,  algodão grosso ou material similar totalmente esticado e atado à plataforma do ringue. Materiais que tendem a embolar ou produzir saliências não devem ser usados.
  
(iii) A plataforma do ringue não deve ficar a mais de 1 metro acima do chão do  local e deve ter degraus adequados para o uso dos lutadores desarmados.

(iv) Os postes da cerca devem ser feitos de metal e não ter mais que 6 polegadas (15.2 cm) de diâmetro, partindo do piso do estabelecimento até uma altura mínima de 58 polegadas (1.47 metros) acima do chão da área cercada. Devem ser acolchoados de forma apropriada e aprovada pela Comissão. 
  
(v) A cerca usada para cercar a área tem que ser feita com um material que possa impedir um lutador desarmado de cair da área cercada ou ser atirado através da área cercada ao chão do local, ou em cima dos espectadores, incluindo, sem limitação, uma cerca de correntes cobertas por vinil.

  (vi) Qualquer parte de metal da área cercada deve ser coberta e acolchoada de forma aprovada pela Comissão, e não deve ser abrasiva para os lutadores desarmados.

  (vii) A área cercada deve ter duas entradas.

  (viii) Não deve haver qualquer obstrução em nenhuma parte da cerca que estiver em volta da área na qual os lutadores desarmados estarão competindo.

 
    1. Um tipo de banco aprovado pela Comissão deverá estar disponível para cada um dos lutadores.

    2. Um número apropriado de bancos e cadeiras, de um tipo aprovado pela Comissão, deverá estar disponível para cada um dos lutadores e cada cornermen de cada lutador.  Estes bancos ou cadeiras devem estar localizados perto do corner de cada lutador para uso fora da área de luta.  

    3. Todos os bancos e cadeiras devem ser cuidadosamente limpos ou repostos após a conclusão de cada luta.
 
Para cada luta, os promotores devem providenciar um balde de água limpa, uma garrafa plástica limpa para água, e quaisquer outras provisões solicitadas pela Comissão, em cada corner.
 
    1. Em todas as categorias de peso, as bandagens em cada uma das mãos dos lutadores devem ser restritas a gazes leves, que não ultrapassem 15 jardas (13.7 metros) de comprimento por 2 polegadas (5 cm) de largura, afixadas por não mais que 10 pés (3 metros)  de esparadrapo cirúrgico, com 1 polegada (2,5 cm) de largura, em cada mão.

    2. O esparadrapo para proteção deve ser colocado diretamente em cada mão, próximo ao pulso. O esparadrapo pode ser enrolado pela parte posterior da mão em até duas voltas, e estender-se para cobrir e proteger os nós dos dedos, quando o punho estiver cerrado.

    3. As bandagens devem ser distribuídas uniformemente pela mão.

    4. Bandagens e esparadrapo serão colocados nas mãos dos lutadores no vestiário, na presença da Comissão e na presença do empresário ou do chefe do adversário.

    5. Sob nenhuma circunstância, as luvas de um lutador podem ser colocadas antes da aprovação da Comissão.
 
    1. Todos os competidores devem usar protetor bucal durante as lutas, que será inspecionado e aprovado pelo médico presente ao evento.

    2. Um round não pode começar sem o protetor no lugar. 

    3. Se o protetor cair involuntariamente durante a competição, o árbitro deve pedir tempo, limpá-lo e reinseri-lo na boca do competidor que a perdeu, no primeiro momento oportuno, sem interferir na ação imediata.
 
    1. Lutadores de artes marciais mistas devem usar protetor genital (coquilha), do tipo aprovado pelo comissário presente. 

    2. Lutadoras de artes marciais mistas são proibidas de usar protetor genital. 

    3. Lutadoras de artes marciais mistas devem usar protetor de seios durante a competição, igualmente aprovados pelo Comissário.
 
    1. Todos os competidores devem usar luvas que pesem pelo menos 4 onças (113 gramas) e que sejam aprovadas pela Comissão. Geralmente as luvas não devem pesar mais de 6 onças (170 gramas) sem a aprovação da Comissão.  Algumas luvas de tamanho maior, e.g. 2 XL - 4 XL (2 XG - 4 XG), podem ser permitidas, mesmo que ultrapassem um pouco as 6 onças (170 gramas).

    2. As luvas devem ser fornecidas pelo promotor e aprovadas pela Comissão. Nenhum competidor deve levar suas próprias luvas para a competição.
 
    1. Cada competidor deverá usar shorts para artes marciais mistas (board shorts), shorts vale tudo (biking shorts), shorts para kickboxing, ou algum outro shorts aprovado pela Comissão.

    2. Camisetas são proibidas durante a competição, exceto para as lutadoras, que devem usar camisetas aprovadas pela Comissão.

    3. Sapatos ou qualquer tipo de proteção nos pés são proibidos durante a  competição.
 
    1. Cada lutador desarmado deve estar limpo e ter boa apresentação.

    2. O uso excessivo de graxa, ou qualquer outra substância estranha, não pode ser utilizado no rosto ou corpo do lutador desarmado.  Os árbitros, ou a Comissão, poderão exigir a remoção do excesso de graxa, ou qualquer outra substância estranha.

    3. A Comissão deverá determinar se cabelos, na cabeça ou no rosto, apresentam algum perigo para a segurança do lutador desarmado, ou para seu adversário, ou se pode interferir com a supervisão ou conduta da competição ou exibição. Se o cabelo ou pelo facial de um lutador desarmado apresentar tal perigo, ou se for interferir com a supervisão e a conduta da competição ou exibição, o lutador desarmado não poderá competir na luta ou exibição, a não ser que as circunstâncias que criaram o perigo ou interferência em potencial sejam corrigidas, e satisfaçam a  Comissão.

    4. Um lutador desarmado não pode usar joias nem piercing enquanto estiver competindo em uma luta ou exibição.
 
    1. Cada competição fora de campeonato de artes marciais mistas, deve durar 3 rounds, e cada round não pode ter mais que 5 minutos de duração, com um período de descanso de um minuto entre cada round.

    2. Cada competição dentro de um campeonato de artes marciais mistas  deve durar 5 rounds, e cada round não pode ter  mais que 5 minutos de duração, com um período de descanso de 1 minuto entre cada round.
 
    1. O árbitro é o único juiz da competição, e o único indivíduo autorizado a interromper uma luta.  O árbitro pode ser aconselhado pelo médico e/ou pela Comissão a respeito de sua decisão de interromper uma luta.

    2. O árbitro e o médico presente no ringue são os únicos indivíduos que podem interromper uma luta, e são os únicos autorizados a entrar na área de combate em qualquer momento durante a competição, a não ser durante os períodos de descanso e momentos subsequentes ao término do combate.
 
    1. Todas as lutas serão avaliadas e marcadas no placar por 3 juízes, que devem avaliar o combate de 3 lugares diferentes em volta da área de combate do ringue.  O árbitro não pode ser um dos 3 juízes.

    2. O sistema de 10 pontos por round deve ser adotado em todas as lutas.  Sob este sistema de 10 pontos por round, 10 pontos devem ser dados ao vencedor do round e 9 ou menos  ao perdedor, exceto no caso raro de um round empatado, em que se deve atribuir 10 pontos para cada lutador. 

    3. Os juízes devem avaliar as técnicas dos competidores das artes marciais mistas, como trocações efetivas, agarramentos efetivos, controle da área do ringue e de luta, agressividade e defesa.

    4. As avaliações devem ser feitas  na ordem nas quais as técnicas aparecem acima, dando mais peso no placar para ataques efetivos , agarramentos efetivos, controle da área de luta, agressividade e defesa.

    5. Trocações efetivas serão julgadas pela determinação do número total de golpes legais aplicados por um lutador.

    6. Agarramentos efetivos serão julgados levando-se em consideração o número de execuções bem sucedidas de quedas e reversões.  Exemplos de fatores a serem considerados são a queda de uma posição em pé para a montada, passagem da posição de guarda para a posição de montada, ou lutadores que ficam embaixo, usando uma guarda efetiva agressiva.

    7. O controle da área de luta será julgado pela determinação de quem está ditando o ritmo, local e posição da luta.  Exemplos de fatores a serem considerados incluem impedir a tentativa de queda permanecendo em pé, aplicar ataques legais, derrubar um adversário e forçá-lo a lutar no chão, criando tentativas ameaçadoras de submissão, passar da posição de guarda para a montada, e criando oportunidades de ataque.

    8. Agressividade efetiva significa lutar se movendo para frente e disparando golpes legais.

    9. Defesa efetiva significa evitar ser atingido, derrubado ou revidado, enquanto se defende de ataques ofensivos. 

    10. Os seguintes critérios objetivos para pontuação serão utilizados pelos juízes quando marcarem um placar.
      i) um round terá um score de 10-10 round quando ambos os lutadores parecerem estar lutando em pé de igualdade, e nenhum dos dois lutadores demonstrar domínio sobre o round. 
      ii) um round terá um score de 10-9 round quando um lutador ganhar por uma margem pequena, aplicando um número maior de golpes legais efetivos,  agarramento e outras manobras;
      iii) um round terá um score de 10-8 round quando um lutador dominar por golpe ou agarramento em um round.
      iv) um round terá um score de 10-7 round quando um lutador dominar totalmente por golpe ou agarramento em um round.

    11. Os juízes utilizarão uma escala móvel, e reconhecerão a duração do tempo em que os lutadores ficaram de pé ou no chão, da forma como veremos a seguir:
      i) Se os lutadores de arte marcial mista passaram a maior parte do round na lona, então:
       a.  Agarramento efetivo é pesado primeiro; e
       b. Golpe efetivo é pesado depois
      ii) Se os lutadores de arte marcial mista passaram a maior parte do round de pé, então:
       a. Golpe efetivo é pesado primeiro; e
       b. Agarramento efetivo é pesado depois
      iii) Se um round terminar com uma quantidade relativamente igual de luta em pé e na lona, o golpe efetivo e o agarramento terão o mesmo peso.
 

A) As seguintes ações são considerados faltas em uma competição ou exibição de artes marciais mistas, e podem resultar em penalidades, sujeitas ao critério do árbitro, se cometidas.

  1. Dar cabeçada
  2. Qualquer tipo de golpe que coloque o dedo no olho
  3. Morder
  4. Cuspir no adversário
  5. Puxar os cabelos
  6. Aarrar pela boca
  7. Qualquer tipo de ataque à região genital
  8. Manipular juntas pequenas
  9. Golpear com o cotovelo de cima para baixo
  10. Golpear a espinha ou parte de trás da cabeça
  11. Golpear os rins com os calcanhares
  12. Qualquer golpe na garganta, incluindo, sem limitação, agarrar a
  13. Agarrar, beliscar, torcer a pele ou carne
  14. Agarrar a clavícula
  15. Chutar a cabeça de um adversário caído
  16. Aplicar joelhadas na cabeça de um adversário caído
  17. Pisar em um adversário caído
  18. Segurar a cerca
  19. Segurar os shorts ou as luvas do adversário
  20. Usar linguagem abusiva no ringue ou área de luta
  21. Usar conduta anti-desportiva que possa causar danos ao
  22. adversário
  23. Atacar um oponente no intervalo
  24. Atacar um oponente quando este está sob cuidados do árbitro
  25. Atacar um oponente depois de o gongo ter tocado no final do round
  26. Timidez, incluindo, sem limitação, evitar contato, deixar cair o protetor
  27. bucal intencionalmente e consistentemente, ou simular contusão.
  28. Arremessar um oponente para fora da área de luta
  29. Desrespeitar as instruções dadas pelo árbitro
  30. Arremessar o adversário contra a lona sobre sua cabeça ou coluna
  31. (bate estaca)
  32. Interferência de um cornermen
  33. Aplicar qualquer substância estranha no cabelo ou no corpo para obter
  34. vantagem

 B) A desqualificação poderá ocorrer se houver qualquer combinação de faltas, ou se o lutador for flagrado em uma falta, sujeita ao critério do árbitro.

C) Uma falta pode resultar em uma dedução de um ponto na pontuação oficial do lutador que cometer a falta.  O marcador dos pontos, e não os juízes, será responsável pelo verdadeiro cálculo dos pontos, após calcular e deduzir o ponto.

D) Apenas o árbitro pode avaliar uma falta. Se o árbitro não indicar uma falta, um juiz não pode fazer uma avaliação por si e não deve levar isso em consideração no cálculo do score do round.

E) Se uma falta for cometida:

i) O árbitro tem que pedir tempo.
ii) O árbitro deverá mandar o lutador que cometer a falta para um local neutro.
iii) O árbitro deverá checar a condição e a segurança do lutador que sofreu a falta .
iv) O árbitro então deverá avaliar a falta cometida pelo lutador e deduzir seus pontos, se o árbitro achar apropriado e notificar a comissão, os cornermen e o contador oficial, de sua conclusão sobre se a falta foi acidental  ou intencional, determinando se o ponto deve ser deduzido.

F) Se o lutador que estiver por baixo cometer uma falta, a não ser quando o lutador que estiver por cima sofra uma contusão, a competição deve continuar, e:

i) O árbitro notificará verbalmente o lutador que estava em baixo sobre a falta.
ii) Quando o round acabar, o árbitro fará uma avaliação da falta  e notificará a Comissão, os corners, os juízes e o contador de pontos.
 iii) O árbitro poderá dar por encerrada a competição baseando-se na gravidade da falta. Para uma falta flagrante, o lutador que cometeu a falta perderá por desqualificação.

G) Faltas por golpes baixos:

  i) Um lutador que tenha sido atingido por um golpe baixo tem até 5 minutos para recuperar-se da falta, contanto que o médico presente no ringue seja da opinião de que ele pode continuar a luta.  
  ii) Se o lutador declarar que pode continuar antes dos 5 minutos expirarem, o árbitro deverá, assim que possível, mandar a luta recomeçar.   
  iii) Se o lutador ultrapassar os 5 minutos concedidos e a luta não puder recomeçar, a competição deverá parar e o resultado será determinado pelo round e o tempo no qual a luta parou. Ver Sessão 16 abaixo.

H) Falta cometida em um lutador, além do golpe baixo:
  i)   Se uma luta de artes marciais mistas for parada por causa de uma falta acidental, o árbitro deverá determinar se o lutador desarmado que sofreu a falta poderá continuar ou não. Se a chance do lutador desarmado de vencer não tiver sido seriamente prejudicada como resultado da falta, e se a falta não tiver causado um impacto concussivo na cabeça do lutador desarmado que sofreu a falta, o árbitro pode mandar que a luta ou exibição continue, após um intervalo para a recuperação de não mais que 5 minutos de duração. Imediatamente após os lutadores desarmados terem sido separados, o árbitro informará o representante da Comissão da sua determinação de que a falta foi acidental. 
  ii) Se um lutador receber um golpe em uma falta que o árbitro julgue ilegal, o árbitro deverá parar a ação e pedir tempo.  O árbitro pode levar o lutador contundido para o lado do ringue onde o médico presente no ringue possa examiná-lo, e sua capacidade para continuar na competição.  O médico presente no ringue terá até 5 minutos para chegar a uma conclusão.  Se este médico determinar que o lutador pode continuar, o lutador permanecerá na luta,  e o árbitro mandará prossegui-la assim que possível.  Ao contrário da regra de uma falta com um golpe baixo, o lutador não tem até 5 minutos de tempo para usar, e deverá continuar a luta assim que for instruído pelo árbitro.
  iii) Em uma falta que não seja por golpe baixo, se o lutador contundido não for considerado em condições de prosseguir pelo árbitro, o árbitro deve interromper imediatamente a luta . Se o lutador for considerado sem condições de prosseguir pelo árbitro, mesmo que ainda restem os 5 minutos de tempo pela falta, o lutador não poderá se beneficiar com este tempo restante, e a luta deverá parar.
  iv) Se o árbitro interromper a competição e utilizar os serviços do médico presente no ringue,  o exame médico não deverá ultrapassar 5 minutos, caso contrário a luta será interrompida e não poderá recomeçar.

 
    1. Se uma contusão causada por manobra legal em uma luta for severa o suficiente para encerrá-la, o competidor machucado perde por nocaute técnico.

    2. Se uma contusão causada por uma falta intencional, assim determinada pelo árbitro, for severa o suficiente para encerrar a luta, o competidor que causou a contusão perde por desclassificação. 

    3. Se uma contusão for causada por uma falta intencional, assim determinada pelo árbitro, mas permitir a continuação da luta , o árbitro deverá notificar o contador de pontos, que automaticamente deduzirá dois pontos do lutador que cometeu a falta. 

    4. Se uma contusão for causada por uma falta intencional, assim determinada pelo árbitro, e fizer com que o lutador contundido fique impedido de continuar em algum ponto subsequente da disputa, o lutador contundido vencerá por decisão técnica, se ele ou ela estiver à frente nos cartões de pontuação.  Se o lutador contundido estiver empatado ou em segundo lugar nos cartões de pontuação, no momento em que a luta parar, o resultado da luta será declarado empate técnico.

    5. Se um lutador ou lutadora machucar-se enquanto estiver tentando marcar uma falta contra seu ou sua oponente, o árbitro não deverá agir em seu favor, e a contusão será tratada da mesma forma que uma contusão provocada por um golpe legal.

    6. Se uma contusão sofrida como resultado de uma falta acidental, assim determinada pelo árbitro, for severa o suficiente para encerrar a luta imediatamente, a luta deve resultar em no contest, se for interrompida antes de completar-se dois rounds (em lutas de 3) ou três rounds (em lutas de 5). 

    7. Se uma contusão sofrida através de uma falta acidental, assim determinada pelo árbitro, for severa o suficiente para encerrar a luta imediatamente, a luta deve resultar em decisão técnica, com vitória dada ao lutador que estiver na frente nos cartões de pontuação, no momento em que a luta foi parada, e somente quando a luta for parada após dois rounds (em lutas de três), ou três rounds (em lutas de cinco), terem sido completados.

    8. Rounds incompletos devem ser pontuados utilizando-se o mesmo critério da pontuação dos outros rounds, até o momento em que foi interrompido.
 
    1. Submissão por:
    a. Desistência
    b. Desistência verbal

    2. Nocaute:
    a. Por interrupção da luta pelo árbitro (TKO)
    b. Quando uma contusão causada por manobra legal for severa demais, suficiente para interromper a luta (TKO)
    c. quando um lutador ficar desacordado devido a golpes ou chutes  (KO)

    3. Decisão via scorecards (cartões de pontuação), incluindo:
    a. Decisão Unânime: quando os três juízes apontam o mesmo vencedor 
    b. Decisão Dividida: quando dois juízes apontam um lutador como vencedor e o terceiro juiz aponta o outro lutador como vencedor 
    c. Decisão Majoritária: quando dois juízes apontam um lutador como vencedor e o terceiro juiz aponta empate  
    d. Empates incluindo: 
    i) Empate Unânime: quando os três juízes indicam empate
    ii) Empate Majoritário: quando dois juízes indicam empate e o terceiro aponta um vencedor
    iii) Empate Dividido: quando todos os 3  juízes indicam resultados diferentes, que somam empate  

    4.Desqualificação

    5. Forfait (Desistência)

    6. Empate técnico

    7. Decisão técnica

    8. Nenhuma  Decisão