Scott Jorgensen: Condicionando a mente para o triunfo

"Nós somos dois pesos galo da parte de cima do ranking, vamos proporcionar lutas empolgantes, e entre nós dois existem bônus de dois dígitos, e nós dois vamos brigar por uma vitória." - Scott Jorgensen
UFC bantamweight Scott JorgensenScott Jorgensen ouviu de tudo antes de sua batalha na luta principal do TUF 17 de sábado contra Urijah Faber, em Las Vegas. Ele respondeu as perguntas sobre ser chamado em cima da hora, sobre enfrentar seu amigo Faber, e muito mais coisas que você poderia perguntar ao protagonista da luta principal antes do mais importante compromisso de sua carreira no UFC.    
  
Então, deixamos passar alguma coisa?    
  
Jorgensen ri, dizendo que ninguém lhe perguntou o que estava vestindo ou sobre seus planos para o verão. Bem, vamos deixar a questão das roupas para a galera fashion ponderar. Mas quais são seus planos no verão?    
      
"Eu tenho essa luta", disse ele. "Então tenho que fazer uma viagem ao Havaí que já deveria ter acontecido, e gostaria de voltar ao Brasil para treinar meu jiu-jitsu com o Time Moraes. Mas, a primeira coisa depois dessa luta é voltar para casa e assistir a temporada final de wrestling do meu filho. Três semanas depois da minha luta, ele tem seu primeiro torneio Estadual, e vamos ver como ele se sai, e então se ele quiser, nós vamos levá-lo o Regional, em junho. Então meu verão estará girando em torno do meu filho e de desfrutar o tempo com minha família até o próximo convite. Eu aprendi que você não planeja as coisas neste esporte."    
      
E Jorgensen definitivamente não planejava bater de frente com Faber no sábado, mas quando Demetrious Johnson se contundiu e foi forçado a sair de sua defesa do título peso mosca do UFC contra John Moraga, os ex-parceiros de treino receberam telefonemas, e ambos aceitaram encabeçar o TUF Finale 17 no Mandalay Bay.    
      
"Estou sempre pronto para lutar, assim seis semanas não é um espaço curto, especialmente contra um cara que é meu amigo, como Urijah", disse ele. "Eu assisti quase todas as suas lutas ao vivo, ele provavelmente esteve em cada uma das minhas, por isso realmente não muda muita coisa. Entro nessa, me empenho ao máximo no meu camp, e fico pronto para lutar."    
      
A luta de cinco rounds sem título em jogo foi imediatamente vista com bons olhos por fãs e imprensa, pois o desafio que promete muita ação e nada pode passar batido. E quando você adiciona a dinâmica dos dois competidores peso galo sendo bons amigos, é mais combustível para o fogo em termos de intriga.      
"Esta é uma luta que estou muito empolgado para fazer, e eu acho que os fãs devem estar também porque esta é a primeira vez na história do UFC que dois amigos que treinaram muito juntos e dividiram a administração estão lutando. É uma dinâmica interessante, mas ao mesmo tempo, nós somos dois pesos galo da parte de cima do ranking, vamos proporcionar lutas empolgantes, e entre nós dois existem bônus de dois dígitos, e nós dois vamos brigar por uma vitória. Então, quando você começa tocar nesses pontos, eu acho que os fãs já sabem o que esperar."    
  
Naturalmente, o ângulo de amizade dominou todo o fator pré-luta, mas de acordo com Jorgensen, a idéia de lutar com Faber não foi algo que veio do nada. Assim como Faber, ex-campeão peso pena do WEC, anunciou que estava cortando peso para entrar na divisão galo no final de 2010, ambos sabiam uma luta não era apenas possível, mas inevitável.      
  
"Nós dois sabíamos, e é isso acontece por causa do nosso histórico no wrestling", disse Jorgensen. "Então, nós já conversamos sobre isso, e nós queríamos que fosse pelo título. Infelizmente, esse não é o caso agora, mas é uma grande luta, é a principal, é de cinco assaltos, e lá vamos nós."    
      
Jorgensen está entrando na luta com uma nota alta, depois de ter amargado duas derrotas consecutivas, a vitória veio na sequência sobre "Prince" John Albert em dezembro passado, que lhe rendeu a "Finalização e Luta da Noite". A vitória colocou o "Young Guns" de Idaho de volta à cena rapidamente, e ajudou a recuperar algo que parecia ter perdido em sua apática derrota de fevereiro 2012 para Renan Barão. O atleta de 30 anos de idade iria perder sua próxima luta contra Eddie Wineland, mas de uma forma muito diferente, uma vez que entrou em guerra com seu inimigo em uma "Luta da Noite". Contra Albert, porém, ele fez o que deveria fazer.    
      
"A mente é uma coisa linda, e percepção é tudo no esporte para um lutador", disse ele. "A forma como você vê alguém que vai enfrentar, como você vê a sua situação e sua posição atual com o UFC. Eu sei que sou um dos melhores até 61 quilos, e a pressão não era necessariamente 'vença ou será cortado'. Era pessoal, não gosto de perder. Era algo interno ganhar de maneira enfática. Isso é o eu que quero, e é o que gostaria de fazer com empolgação, porque comecei a lutar, porque adorava assistir o esporte, e há uma coisa que nunca gostei, e isso é fazer uma luta chata. Então vou lá e coloco muita raça. Viver e morrer por aquilo que você faz põe sua mente em funcionamento, e foi disso que se tratou a luta com Albert. Fiz minha mente ir lá e ganhar, eu ia impressionar e deixar meus treinadores felizes, e fiz todas essas coisas."    
      
As probabilidades são que eles ficarão felizes novamente na noite deste sábado, independentemente do resultado final. Isso é algo que abre um sorriso em Jorgensen, mas ele ficará ainda mais feliz se fizer o que programou para Las Vegas, vencer.    
      
"É uma decisão que fiz, e ela literalmente se resume a qualquer coisa que você decida fazer em sua vida, se é uma luta, um emprego, ir para a escola, qualquer coisa", disse ele. "Você faz essa escolha. E eu fiz essa escolha e fiz isso no passado, mas as coisas acontecem. Você lida com caras durões e as coisas nem sempre dão certo, mas você faz uma escolha, e fiz a minha. Eu vou fazer tudo ao meu alcance para vencer."    




Sábado, Abril 26
11PM
BRST
Baltimore, MD

Media

Recente
Lyoto vence e time de Sonnen diminui vantagem para 4x1
Fotos do sétimo episódio do The Ultimate Fighter Brasil 3 - luta Marcio "Lyoto" Alexandre x Paulo Henrique "Borrachinha" Costa
19/04/2014
UFC Fight Night Werdum v Browne no Amway Center em 19 de abril, 2014 em Orlando, Flórida.
19/04/2014
Watch the FOX UFC Saturday: Fabricio Werdum vs. Travis Browne post-fight press conference.
14/04/2014