Vitor Belfort - O sorriso diz tudo

"Você não pode pensar que sabe tudo. Você tem que ter a mente aberta. Você tem que ser sábio."   - Vitor Belfort
Light heavyweight title challenger Vitor BelfortVitor Belfort está sorrindo bastante ultimamente antes da luta pelo cinturão meio-pesado contra o campeão Jon Jones, e quando sábado a noite se tornar domingo de manhã esta semana, nós teremos uma pergunta respondida, qual fenômeno brilhará depois da guerra? Mas para o brasileiro, não se trata disso, não se trata de uma batalha, uma luta até o fim; é muito mais jovial do que isto.  
  
"Agora, eu luto não pela fama, não pelo dinheiro, nem pela posição; luto por prazer", ele disse. "É uma alegria, eu me lembro das vezes que fui pressionado antes, pensando, você não pode perder, você tem que representar sua equipe. Lutar contra Jon Jones, nunca na minha vida pensei que estaria lutando nesse alto nível que estou lutando. Eu costumava lutar no mesmo card que Dan Severn e Mark Coleman. Então sou um jovem dinossauro."  
  
E este jovem dinossauro foi quem se ofereceu para lutar contra Jones depois que Dan Henderson foi forçado a deixar a disputa pelo título (originalmente marcada para 1º de Setembro) devido a uma lesão, Chael Sonnen foi recusado pelo camp de Jon Jones como um possível oponente, e alguns outros lutadores recusaram a luta. Belfort não aceitou, ele pediu a luta.  
  
Já em treinamento para o UFC 153 em Outubro contra Alan Belcher, Belfort está vindo de vitórias contra Yoshihiro Akiyama (nos médios) e Anthony Johnson (nos 89 kgs), e enquanto dava seus flashes de quando era mais jovem, ele ainda tem a velocidade e poder que o fizeram famoso. Ele também está mais paciente e maduro no Octógono, um desenvolvimento que o mantém entre os tops no esporte.  
  
"Você não pode ser negligente na ciência", ele disse. "Você não pode ser negligente na evolução. Você tem que evoluir, você não pode continuar sendo o mesmo. Você tem que ver além, use sua experiência no momento certo e faça o melhor. É assim que atletas olímpicos quebram recordes. Então você não pode pensar que sabe tudo. Você tem que ter a mente aberta. Você tem que ser sábio."  
  
Mas você precisa ser pressionado na academia todos os dias, e é isso que tem acontecido no sul da Flórida enquanto Belfort se prepara para a luta contra Jones com sua nova equipe, a Blackzilians.  
  
"Foi ótimo para mim. Sabe, eu adoro treinar com atletas incríveis e campeões - campeões do K-1, do MMA - e eles tem a cultura brasileira aqui. A equipe é incrível e temos vários futuros campeões aqui. Então é bom estar neste meio, treinando com gente de alto nível. Eu adoro. É como estar na Disneylândia para mim."  
  
Poucos descreveriam - se é que alguém - que ser levado ao limite por uma equipe que tem Rashad Evans, Tyrone Spong, Henri Hooft e Alistair Overeem como Disneylândia, mas talvez seja esta a questão. Talvez seja por isto que ele está sorrindo. Depois de anos e anos tendo alguém dizendo o que fazer e quem deveria ser, Vitor Belfort gosta da idéia de fazer algo que todos pensam que ele não consegue.  
  
"Vou lá e não sinto pressão alguma, só alegria." Ele disse. "Estarei feliz, sorrindo o tempo todo da luta. Não importa em que posição estarei, não importa pelo que vou passar. Passei pelas piores situações da minha vida, profissionalmente e pessoalmente. Então é uma alegria. Eu aprendi a ser feliz mesmo quando estou triste. Então será um grande desafio para mim. Eu adoro desafios."   






Media

Recente
Confira o camp de treinos de Edson Barboza enquanto ele se prepara para o Fight Night Orlando. Barboza, dono de um dos maiores nocautes da história do UFC, afia seu wrestling com o ex-campeão Frankie Edgar e seu Jiu-jitsu com o ex-UFC, Ricardo Cachorrão.
18/04/2014
Coeltiva de imprensa pré-UFC Fight Night: Werdum x Browne no Shaquille O'Neal's em 17 de abril, 2014 em Orlando, Flórida. (Foto de Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
17/04/2014
Watch the pre-fight press conference for UFC Fight Night: Werdum vs. Browne, live Thursday, April 17th at 2pm BRT.
14/04/2014
Presidente do UFC não gostou nada da confusão entre os treinadores Wanderlei Silva e Chael Sonnen e deixou um recado para os dois - 'se vocês querem lutar de graça, ótimo. Eu não preciso pagar vocês'.
17/04/2014